Skip to content

Como abrir uma Startup?

Ao falar sobre como iniciar uma startup, as pessoas imediatamente pensam em uma empresa com custos reduzidos, informal e sem responsabilidades. Mas abrir esse tipo de empresa é muito diferente do paraíso que você imagina.

No campo do empreendedorismo, para iniciar qualquer tipo de negócio, é necessário ter um bom planejamento, foco, organização e, o mais importante, estar atento à burocracia, para que não tenha que arcar com prejuízos econômicos e jurídicos.

Para ajudá-lo a completar o processo de início de uma startup, preparamos um pequeno guia passo a passo que contém os principais cuidados que você deve tomar durante o estabelecimento formal. Continue lendo e fique por dentro!

Como abrir uma startup?

Ao contrário do que muitos pensam, o primeiro passo para abrir uma empresa não é apenas um estabelecimento formal. Esse tipo de pensamento está errado e fará com que muitas empresas falhem no futuro.

O empreendedorismo requer bom planejamento, tempo, organização e o mais importante é aprender. O conceito de empreendedorismo tem sua essência: inovação.

Abrir uma startup significa colocar em prática uma nova ideia, resultando em um novo modelo de negócios com potencial de crescimento, ou seja, escalabilidade.

Portanto, o primeiro passo para iniciar uma startup é desenvolver um plano de negócios, utilizando ferramentas de planejamento estratégico que permitam a construção do negócio previsto. É para verificar se essa ideia realmente tem mercado, qual é o investimento inicial necessário, se o modelo tem boas chances de retorno, quais são os custos envolvidos e assim por diante.

Após construir o negócio, você pode verificar se a ideia gera valor para o mercado e definir os processos e procedimentos necessários para aproveitar o startup.

E as exigências legais?

Para saber como iniciar uma startup, é necessário entender esse processo. Ele segue a mesma ideia do modelo normal de inicialização de negócios. É necessário formular um contrato social, escolhendo o modelo de empresa mais adequado para a atividade a desenvolver, registar-se na comissão comercial da autoridade competente e determinar os sócios e as quotas.

Dentre as questões básicas que devem ser determinadas durante o processo de formalização, várias se destacam.

Defina o tamanho da empresa

Existem algumas siglas que permeiam o campo empresarial, que podem ser ME (Micro Empresa) ou EPP (Pequena Empresa). Considerando sua receita, essas definições representam o tamanho da sua empresa.

Definição de parceiro

Basicamente, a estrutura da empresa segue algumas siglas como MEI, EI, EIRELI e LTDA, que determinam quem é o proprietário. Deixe-nos ver:

• Microempreendedores individuais (MEI): sem parceiros;

• Empreendedor Individual (EI): Sem parceiro, é uma forma mais evoluída de MEI, que se confunde com o indivíduo nos termos da legislação. Nesse caso, a responsabilidade do proprietário para com a empresa é ilimitada, ou seja, se a empresa deixar de cumprir suas obrigações para com terceiros, seus ativos podem ser liquidados.

• EIRELI: O empreendedor é o único proprietário e será a terceira etapa do crescimento da MEI. Desta forma, ao contrário da EI, o patrimônio líquido não é responsável pelas obrigações da empresa, ou seja, a responsabilidade é limitada;

• Limitada (LTDA): Refere-se a empresa que possui múltiplos sócios em sua estrutura. As regras de funcionamento são definidas em um contrato social, que é registrado no registro comercial (no caso de uma empresa comercial) ou no registro de pessoas jurídicas (sociedade simples).

Definir formulários fiscais

Aqui é necessário definir se a empresa será tributada com base no Simples Nacional, na taxa de lucro presumida ou na taxa de lucro real. Essa decisão servirá de parâmetro para o órgão fiscalizador determinar a forma de pagamento dos tributos.

Quanto custa para iniciar uma startup?

Como muitas pessoas acreditam, abrir uma startup não é um processo simples nem um processo gratuito. Para iniciar uma ideia de negócio no papel e colocá-la em prática, uma série de requisitos deve ser cumprida.

Para abrir uma empresa startup no Brasil, além dos documentos básicos, como cópias do RG e CPF do proprietário e dos sócios, também é necessário elaborar um contrato social. Entre eles, deve ser acompanhado das certidões de residência dos sócios e proprietários, bem como dos livros de imposto predial dos bens da empresa ou inquilinos em vias de colocação em funcionamento.

Muita informação é necessária no processo empreendedor. O tempo médio de legalização de um negócio é de no mínimo 30 dias. É necessária uma série de informações para comprovar as atividades e / ou serviços a serem realizados, investimento inicial, parceiros, etc.

É fundamental que o empresário organize todos os documentos para simplificar o procedimento antes mesmo da execução do processo de pedido.

Você precisa de ajuda especial?

Contar com a assessoria ao longo de todo o processo empreendedor é fundamental para não cair na armadilha da falta de planejamento e de desistir de se tornar empresário.

Quando o negócio está bem estruturado e todos os requisitos de abertura são atendidos corretamente, é possível obter investimento, principalmente no caso de startups.

Hoje em dia é possível entrar em contato com os chamados “anjos” e obter muito investimento para aumentar a rede e divulgar a marca.

O processo de abertura de uma empresa startup é muito difícil, leva tempo, requer boa organização e planejamento e, muitas vezes, é a consolidação de um sonho e de um projeto de vida. Os empresários devem proceder com cautela e compreender todos os procedimentos necessários para sua legalização.

Ter uma equipe profissional garante que todas as etapas sejam concluídas corretamente, levando em consideração as informações importantes de que você precisa para ter sucesso.

Isso significa que se você não compreender nenhum conhecimento de gestão ou não considerar os conceitos básicos de marketing, finanças e gestão, não poderá conduzir negócios.

Gostou do artigo? Deixe seu comentário, recomende e compartilhe.

Dr. Adriano Hermida Maia (LinkedIn)

Advogado e sócio do escritório Hermida Maia, Docente, especialista em Crimes Digitais, Pós-Graduado em Processo Civil, Direito do Trabalho e Processo do Trabalho, MBA em Contabilidade & Direito Tributário com ênfase em risco fiscal.

Visite nosso site: https://hermidamaia.adv.br

Comentários